O que é ?

Tai Chi. A Viga Mestra. A linha do eixo.

As forças complementares, o yin feminino, e o yang masculino, coexistem na natureza desde o átomo até as galáxias.
Estas forças interagem e se alternam permanentemente, como exemplos podemos citar o céu e a terra, o dia e a noite, o frio e o calor, a umidade e a secura.
Quando as forças yin e yang estão em harmonia os eventos acontecem naturalmente de acordo aos princípios da criação.
Estas forças estão equilibradas por uma linha central que passa entre as duas e mantém a harmonia entre elas.
A linha central permite o equilíbrio e o balanceio das forças.
Essa linha foi chamada de TaiChi ou seja “Viga Mestra”.
Na antiga China, a viga mestra era a madeira forte que era posta sobre a casa e no meio para segurar o teto da casa de duas águas, tinha a função de dividir e unir os dois lados do telhado ao mesmo tempo.
O Taichi também é traduzido como a “suprema cumeeira”.
O Taichi foi conceituado pelos chineses no livro das mutações, o I Ching, e serviu para criar a idéia de equilíbrio entre as sessenta e quatro posssibilidades de transformação do yin e yang.
O Taichi significa a unidade, enquanto que as combinações de yin e de yang significam a diversidade.

O TaiChi como Terapia.


As pessoas sem treinamento ou estressadas, têm a sua eficiência diminuída nos seus movimentos, por isso mesmo e que existem milhões de pessoas que se machucam sempre e muito, e chegam a pensar que isso é normal.
Pode que seja eventual machucar se num treino comum,  mas isso não deve ser normal.
O ser humano estressado e o único animal da face da terra que gosta de se machucar, todos os outros bichos correm de uma situação de risco e de dor. Não entre nessa!

Quando a mente e o corpo estão ligados conscientemente em cada movimento, o corpo desenvolve um extraordinário poder interno que permite aumentar a energia interna. Esta energia é a responsável de permitir a circulação do sangue, a renovação das células do organismo, a eliminação correta das toxinas e a cicatrização das lesões.
Muitas doenças modernas têm a sua origem nos conflitos entre a mente e o corpo.
O Taichi permite a unificação e o fortalecimento do organismo.
Quando são realizados os exercícios de maneira correta e metódica, o corpo consegue aperfeiçoar o desempenho metabólico, junto á consciência da ação, dos gestos, gerando uma economia gigantesca de força.
Desta maneira o desempenho bom continua a vida toda dando mais bem-estar eficiência ao praticante. Não e raro ver na associação pessoas de mais de setenta ou oitenta anos praticando o  TaiChi de preservação da saúde.
Se pensarmos a terapia como uma ação psíquica de cura, o treinamento de Taichi nos permite ajustar os tempos entre uma cabeça que esta “a mil” por causa do mundo acelerado, e um corpo que está cansado, e às vezes machucado e anda apenas a um passo de cada vez. Este conflito piora muito as chances de equilíbrio e saúde psíquica.
Quando fazemos Taichi podemos regular melhor os tempos da mente e do corpo e podemos focalizar melhor nossas energias para aquilo que realmente interessa, a preservação da vida.

O TaiChi Chuan como arte Marcial.


O Taichi chuan é considerada uma arte marcial interna por desenvolver primeiro as técnicas de consciência e posteriormente as movimentações externas ou musculares.
Também e considerada uma arte suave por iniciar o treinamento pela consciência das posturas e  movimentações que possibilitarão escapar de pegadas, busca assim a postura apropriada para diminuir os riscos de permitir entrar as agressões dentro do corpo.
Se diminuirmos as brechas que o corpo oferece a um ataque estaremos nos protegendo com mais eficácia.

Por principio o Taichi também é mais uma arte de defesa do que de ataque posto que não procura a agressão, desta maneira avança pelo mundo com o espírito menos agressivo, porem também sem medo de acordo ao Tao, o caminho natural.
Finalmente apenas entra em combate para restabelecer a paz.